Jerez ganha semana especial pelo mundo. Saiba tudo sobre o vinho espanhol – GQ

12

Os Vinhos Jerez e suas diferentes tonalidades (Foto: Divulgação)

O Jerez é um vinho tão especial que tem uma semana inteira dedicada a ele mundo afora. De 4 a 9 de novembro acontece a International Sherry Week , promovida pelo Consejo Regulador de Jerez , órgão que legitima e estabelece regras para a DO – Denominação de Origem – e divulga a cultura deste vinho único que tem mais de 3 mil anos de história.

+Vinho chinês? Sim, país já é sétimo produtor mundial
+Descubra por que os vinhos naturais não dão ressaca
+As técnicas ancestrais de fazer vinho estão em alta

Neste ano, são trinta e nove países com mais de dois mil eventos registrados. E o Brasil não podia ficar de fora. Desde a primeira edição da semana por aqui, há seis anos, as pessoas que, assim como eu, adoram Jerez só falam no assunto e combinam onde ir para beber o vinho. São cinco dias de degustações, menus harmonizados em restaurantes e wine bars, drinks e até pratos que levam Jerez como ingrediente.


Vinho Jerez do tipo Oloroso (Foto: Divulgação)

Jerez, Sherry ou Xerez. Tanto faz. São vinhos fortificados, aqueles que em algum momento da fermentação têm aguardente de vinho adicionado e é feito com um blend de vinhos de várias safras, que envelhece em barris de carvalho chamados de “botas”.

São produzidos unicamente na região de Jerez De La Frontera, na Andaluzia, sul da Espanha. Com as uvas Palomino são produzidos os estilos Fino, Manzanilla, Amontillado, Palo Cortado e Oloroso e os vinhos doces são produzidos com as variedades de uvas Pedro Ximénez e Moscatel (Cream, Pale Cream e Pedro Ximenes PX).


Vinho Jerez do tipo Fino (Foto: Divulgação)

As “botas” são preenchidas parcialmente com o vinho já fortificado, deixando um espaço vazio na superfície que fica em contato com o oxigênio. Em alguns vinhos, com menos álcool, acontece um fenômeno lindo, espontâneo, chamado de “flor”. Uma camada de leveduras se forma na superfície e protege o vinho da oxidação.


A “Flor” da levedura se formando no espaço em que o oxigênio entra em contato com o vinho (Foto: Divulgação)

Os estilos de que mais gosto? Fino, Amontillado e Palo Cortado; todos secos. Caem super bem com um par de tapas tipo pan tumaca, jamon, croquetas e pratos com peixes e frutos do mar, incluindo aí a gastronomia japonesa.

Neste ano, a International Sherry Week no Brasil, quinto país com mais eventos registrados, tem um time de peso de bares e restaurantes de São Paulo e do Rio participando: Sede261, Tuju, Cepa, Jiquitaia, wine-bar da Enoteca Decanter, Kinoshita,Venga!, Vista, Dr. Costela e Murakami criaram drinks, menus harmonizados inteiros, pratos e sobremesas com o Jerez.


Vinho Jerez do tipo Palo Cortado (Foto: Divulgação)

Para saber mais sobre o que rola no Brasil todo para celebrar esta semana, o site do evento tem a lista completa de onde ir para tomar um dos vinhos mais instigantes. Serão cinco dias intensos e felizes.

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários