Jonathan Azevedo: “Eu não só cheguei lá, como estou indo além” – GQ

13

Jonathan Azevedo é o azarão que, contra todas as probabilidades, chegou em primeiro lugar – e não pretende sair de lá tão cedo.

Capa da GQ em maio, homem do ano na categoria #MalbecSignature, do Moty 2018, ator global que conquistou público e crítica com seu Sabiá, de A Força do Querer, neodarling da moda – comandou o leilão no último BrazilFoundation a convite da Chanel e encantou a plateia de pesos pesados do meio fashion brasileiro.

Quase sonho para um cara negro, sem dinheiro, que nasceu no morro e descobriu que era filho adotivo de um jeito sui generis, pra dizer o mínimo: a professora contou na tentativa de humilha-lo.

Mas Jonathan não se rende facilmente: graças ao seu suingue sangue bom, transformou adversidade em possibilidade, e foi conquistando todos à sua volta desde pequeno.

+ Mohamed em receita de sucesso
+ Renato Góes: o galã comum
+ Raul Aragão: o mundo é uma bola
+ André Nicolau: o favorito das mulheres

Foi assim, por exemplo, que conseguiu estudar em escola particular – os amigos pagavam mais as próprias mensalidades para cobrir a bolsa dele. Também chegou à universidade graças ao talento – além de ser um cara bacana, jogava basquete (de novo, contra as possibilidades já que é baixinho) e conseguiu uma bolsa. Era o único negro no curso do teatro. Não se intimidou. Virou poeta, cantor, ator. “Sou artista, as coisas convivem dentro de mim”, conta ele, no vídeo gravado em parceria com O Boticário, minutos depois de ele ser homenageado na festa do ano.

A verdade? O mundo ficou pequeno pra Jonathan, que guarda outra carta na manga, motor de muitas conquistas que ainda devem vir por aí: “ Quando olho pro espelho, eu vejo um galã. Tenho muita autoestima”.

Assista o vídeo e inspire-se.

Vídeo 14 | Roteiro Renata Piza | Produção Executiva Larissa Carvalho | Realização Estúdio de Criação EGCN

Curte o conteúdo da GQ? Ele está no aplicativo Globo Mais. Nele você tem acesso a um conteúdo exclusivo em tempo real e às edições das melhores publicações do Brasil. Cadastre-se agora e experimente 30 dias grátis

 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários