Macbook Air, iPad e Mac Mini: as novas versões em números – GQ

7

Sob clima artsy, a Apple anunciou hoje (30) as novas edições de seus Macbook Air, iPad e Mac Mini. Espírito bem diferente do anúncio mais hollywoodiano dos novos iPhone, diga-se de passagem.Trata-se, segundo a companhia, de seus produtos ‘mais criativos’, que a Apple planeja transformar nas ferramentas defnitivas de quem trabalha com edição de imagens, vídeo e outras ocupações do tipo. A tempo, a companhia anunciou que sua linha Mac já conta com 100 milhões de unidades ativas pelo mundo.

O que esse enfoque significa em números? Confira abaixo:

Macbook Air

Tela: Retina display de 13,3 polegadas com “4 vezes mais pixels”
Armazenamento: 128GB a 1,5 TB SSD
Memória RAM: 8GB a 16GB
Processamento: chip Intel Core i5 dual-core de 1,6GHz
Peso: 1,2kg
Preço: começando em US$1.199

É um mundo cruel lá fora para o novo Macbook Air. Nos 10 anos separando este anúncio da aparição do primeiro Air, o mercado de notebooks super finos e 2-em-1 compactos só fez crescer – incluimos alguns entre nossos modelos ideais para levar na mochila. Para encarar a competição, a Apple joga pesado em porcentagens: comparado ao Air anterior, a moldura é 50% menor, o trackpad, 20% maior, os speakers, 25% mais altos. Ele também ocupa 17% menos espaço que seu antecessor, e é uns 9 gramas mais leve.

O novo Macbook Air é compacto, e versátil, com duas entradas USB-C, o sistema de segurança Touch ID e um trackpad munido com Force Touch, que expande a interatividade do pad com um sensor capaz de entender diferentes níveis de pressão. A assistente Siri também já vem de fábrica e a tela tem 4 vezes mais definição e 48% mais cores que a geração passada. Ele é feito de alumínio reciclado, um material também usado no Mini que a Apple pretende usar para tornar sua cadeia de produção mais sustentável.

Mac Mini

Armazenamento: até 2TB SSD
Memória RAM: 8GB a 64GB RAM
Processamento: chip Intel quad-core de 8ª geração (com opção para um de 6 núcleos)
Entradas: duas USB-A, quatro ports Thunderbolt / USB-C e uma entrada Ethernet
Preço: começando em US$799

Depois de quatro anos quieto em seu canto, o Mac Mini volta em uma versão aprimorada, capaz de performance 5 vezes maior que o Mini original. Apesar de ser vendido como um computador Mac em uma caixinha, o aparelho tem sido muito usado como central de mídia, então é legal ficar de olho nas entradas que ele oferece, e levar a informação da performance com certo cinismo. Mas se o intuito é apresentar aparelhos para profissionais criativos, a edição mais potente pode ser um aparelho muito útil tanto para mover arquivos quanto para plugar teclado e monitor e realizar o trabalho em si.

+ Update que reduz a performance de celulares Apple e Samsung são foco de investigação
+ Apple e Qualcomm protagonizam mais um episódio em uma longa novela judicial
+ O Apple Watch Series 4 não quer ser só seu companheiro fitness: ele quer cuidar de você

iPad Pro

iPad Pro (Foto: Getty Images)

Tela: Liquid Retina de 11 a 12,9 polegadas (2388×1668 pixels e 2732×2048 pixels, respectivamente)
Armazenamento: 64GB a 11TB
Processamento: A12X Bionic chip
Câmera traseira: de 12-megapixel (f/1.8) com flash Quad-LED True Tone
Câmera frontal: TrueDepth de 7 megapixels (f/2.2)
Peso: 468 gramas (11 polegadas) e 633 gramas (12,9 polegadas)
Preço: US$799 (64GB de 11 polegadas) a US$999 (1TB de 12,9 polegadas)

Se algo chama a atenção no iPad Pro é a tela: ela invade quase toda a parte frontal do aparelho, deixando arestas arredondadas e uma moldura fina, sem a reentrância dos novos iPhones. Elegante, em outras palavras. O display leva tecnologia similar ao do iPhone XR e a empresa promete alto brilho e contrate. E quanto ao botão home? Ele não existe: você interage com o dispositivo através de reconhecimento facial.

Quanto à potência, o chip A12X tem funções de um núcleo 35% mais veloz que o iPad Pro anterior, e performance multi-core 90% mais ágil. Ideal para trabalho pesado – e, novamente, para profissionais criativos. Para eles, a Apple lançará junto uma caneta especial e teclados especiais para o aparelho.

 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários