Marcio Lui desvenda o treino de Sabrina Sato para o Carnaval – GQ

6

A protagonista do Carnaval de 2019 tem nome e sobrenome: Sabrina Sato. A musa fará sua estreia como rainha de bateria da Gaviões da Fiel neste sábado (2) após 15 anos desfilando na escola, mas já deixou claro que sua prioridade é Zoe, a primogênita de apenas 4 meses.

O braço direito da apresentadora para se recuperar das transformações do corpo durante a gestação em tempo recorde foi (e está sendo) Marcio Lui, personal trainer da musa.

+ Dado Villa-Lobos, do Legião Urbana, veste camiseta com foto sexy de Sabrina Sato no pré-Carnaval
+ Conheça as famosas que são musas do carnaval de SP

“A Sabrina prioriza o tempo com a bebê e está sempre preocupada com a amamentação. Mas ela tem uma ótima memória muscular (o balé ajudou muito nisso)”, contou Marcio Lui em conversa exclusiva com a GQ Brasil. “Ela vai para a avenida com apenas um mês de treino”, revelou.

A apresentadora, que também será musa da escola carioca Vila Isabel, treina três vezes por semana e cada um deles é dividido em: musculação ou eletroestimulação com Marcio Lui, funcional com Nathan Krichinak e lutas com Rodrigo Ruiz. “Tem semanas que ela não consegue treinar por conta dos compromissos com a Zoe e a rotina de trabalho. O corpo não é o foco dela no momento e sim a saúde para aguentar a avenida”, contou o personal.

Leia abaixo a conversa completa com Marcio Lui, personal trainer de Sabrina Sato:

GQ: Como foi o processo de recuperação da Sabrina após o parto da Zoe?

Marcio Lui: A Sabrina respeitou o momento pós-parto. Ela voltou devagar, dentro dos seus limites e, principalmente, sempre atenta a esta nova fase. Com a liberação da sua médica, voltou fazendo caminhadas e alongamentos e agora está retornando aos exercícios de força e eletroestimulação.

A maior dificuldade foi o tempo, porque ela foi liberada apenas dois meses após a Zoe nascer, ou seja, os treinos ainda são muito recentes. A Sabrina prioriza o tempo com a bebê e está sempre preocupada com a amamentação. Ela teve muito cuidado por conta da cesária, então não podia fazer os exercícios que estava acostumada a fazer antes da gravidez. Mas ela tem uma ótima memória muscular (o balé ajudou muito nisso). Se tem uma pessoa que tiro o chapéu, é a Sabrina pela disciplina que ela tem!

GQ: Você teve que adaptar o treino no começo pra ela?

Marcio Lui: Toda mulher que passa por uma cesária só pode voltar a treinar 100% com o aval médico, geralmente 60 dias após o parto. No início, fizemos um trabalho de fortalecimento para a lombar: 30 minutos de caminhada e alongamentos. Ela vai para a avenida com apenas um mês de treino. 

Marcio Lui e Sabrina Sato (Foto: reprodução/instagram)

GQ: Para o Carnaval, como está o fluxo de treino?

Marcio Lui: Ela está treinando até 3 vezes, mas em algumas semanas que ela não consegue treinar por conta dos compromissos com a Zoe e a rotina de trabalho. Musculação ou eletroestimulação comigo, funcional com Nathan Krichinak e lutas com Rodrigo Ruiz.

GQ: Ela fez algum pedido especial pra você, como “quero ficar com a barriga chapada em tantos dias”?

Marcio Lui: Nenhum! Ela está muito feliz com esta nova fase da vida. O corpo não é o foco dela no momento e sim a saúde para aguentar a avenida. Ela sempre fez muita atividade física. Acho que toda mulher muito ativa tem o desejo ainda maior de voltar à forma física após a gestação.

GQ: Então, qual é exatamente o treino da Sabrina?

Marcio Lui: A Sabrina tem feito treinos na esteira para aguentar as duas avenidas, 30 minutos intercalando com tiros e trotes.

Musculação:
– Cadeira extensora
– Variações de agachamentos
– Caneleiras 4 apoios
– Triceps pulley
– Mini band

Lutas com Rodrigo Ruiz
– Sequência de luta (rounds de boxe)

Funcional:
– Exercícios para fortalecer o Core
– Agachamentos variados
– Treino suspenso (variações de afundo, braço e abdômen)

Eletroestimulação

– Treino de 20 minutos, sempre intercalado com um treino de força outro treino metabólico

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários