Marcos Livi abre sua 10ª casa e lança projeto com PANCs – GQ

24

Marcos Livi é um grande incentivador e apaixonado por receber e mostrar o que temos de melhor. À frente do Bar Veríssimo, Quintana, Parador Hampel, ele ainda coordena o Bioma Pampa, no Mercado de Pinheiros, em São Paulo, e participa ativamente em ações para promover pequenos produtores, a sustentabilidade e a biodiversidade da gastronomia.


Marcos Livi (Foto: Divulgação)

O currículo está prestes a aumentar: ele abriu, no último dia 6 de setembro, sua 10ª casa, o Brique Morumbi. O ponto de virada é a desta vez é o projeto A vida é PANC (de Plantas Alimentícias Não Convencionais).

A iniciativa nasce da vontade do imparável Livi para sensibilizar o cliente e também toda sua equipe para o uso integral do alimento. A ação ampliará o cardápio de todos os seus estabelecimentos com duas opções de pratos: uma exclusivamente vegana e outra onívora.

Em total serao 16 diferentes opções com o uso das PANCs. Os produtos serão sazonais, provenientes de pequenos e micro produtores, orgânicos e agroflorestais, já que como regra a comida deve fazer bem ao corpo, à alma e ao meio-ambiente.

“São inúmeras receitas exclusivas, personalizadas e ajustadas ao conceito de cada estabelecimento do grupo”, explica o chef, que contou com a ajuda da nutricionista Irany Arteche, responsável pela criação do termo PANC.

Vários tipos de PANCs

Integrarão o menu preparações com Plantas Alimentícias Não Convencionais, com o uso de Partes Alimentícias Não Convencionais e com Preparações Alimentícias Não Convencionais, sendo ressaltados produtos rústicos, como polpa de juçara, araçá vermelho e pinhão.

Além de demonstrar formas de utilizar gastronômica e nutricionalmente as PANC e demais ingredientes, a ação também busca ampliar sabores e texturas por meio de técnicas que tornam as preparações mais saudáveis. “Estamos aproveitando partes negligenciadas dos alimentos convencionais, acrescentando valor nutricional e sabor e evitando assim desperdícios a partir de um olhar voltado às questões ambientais e de sustentabilidade. Com isso vamos introduzir vários novos significados à nossa cozinha”, acrescentou Livi.

A Vida é PANC não é somente um prato novo no cardápio e sim a compreensão de um propósito na construção de um futuro melhor. As próprias casas do grupo passarão a plantar PANCs em seus espaços, como a cará-moela e o trevo, que, além de decorar os espaços, produzirão insumos para preparações futuras.

Entre as criações que buscam reconectar o ser humano à sua base alimentar, destacam-se os pães veganos feitos com farinha integral e orgânica de arroz vermelho; hambúrguer de pinhão e castanha de caju; pizza de refogado de mangará (umbigo ou coração da bananeira); snacks de polvilho azedo com juçara e folhas PANC; croc de sementes e molhos guacamole com juçara; pesto e vinagrete PANC para saladas, além de purê de banana verde com juçara e moqueca vegana de aipim com leite e polpa de coco.

No dia 21 de setembro acontece o evento SAMPAPANC no Mercado de Pinheiros, onde além de workshops com a explicação do projeto e conceito PANC haverá o lançamento dos cardápios do projeto em simultâneo em todas as casas de Livi.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários