Não sabemos lidar com essa coleção Vans x David Bowie

58

 

NASA? Van Gogh? Marvel? Esqueça. A colaboração mais insana já feita pela Vans nem existe ainda. Quer dizer, está a caminho. Ela só chega em maio, mas aqui vai a primeira olhada sobre o lançamento mais cool de 2019 até agora: uma coleção de sneakers 100% inspirada e David Bowie.

Como uma forma de homenagear o trabalho de um dos caras mais importantes da história da música, a Vans transformou algumas das obras mais marcantes de Bowie em quatro modelos de tênis. São eles: 

+ 15 itens para você tirar do guarda-roupas (ou comprar) agora que o verão acabou
+ A história de Duncan Jones, o filho de David Bowie
+Ofertas Amazon: Moda Masculina – descontos para todos as idades

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

 

O Era dedicado ao primeiro hit de Bowie, Space Oddity, de 1969. Tons de azul e verde em formas cilíndricas que combinam com a capa do álbum + uma sola preta que traz detalhes do nome do disco estampado na vira.

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

O Slip-On 47 V com um padrão Checkerboard peludo no cabedal, em uma homenagem ao casaco usado por Bowie na capa de Hunky Dory. O tem ainda detalhes em suede amarelo e o nome do artista no strap do tênis.

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

O Sk8-Hi Platform 2.0 que homenageia o alter-ego glam rock de Bowie, Ziggy Stardust. Com direito ao famoso logo "Bowie" em vermelho.

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

O Old Skool é dedicado ao disco Aladdin Sane com cabedal perolizado e o icônico raio em vermelho e azul.

A coleção Vans x David Bowie (Foto: Divulgação)

 

A coleção Vans x David Bowie ainda deve lançar outras peças, como roupas e acessórios, e chega ao Brasil nas lojas e no site da marca a partir de 3 de maio. Já estamos na fila.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários