No Brasil, a rede 5G comercial deve chegar apenas em 2023 – GQ

7

O 5G, quinta geração de banda larga sem fio, pode aterrisar no país para uso comercial em 4 anos, sugere Amadeu Castro, diretor da GSMA no Brasil, ao Olhar Digital. Trocando em miúdos, o brasileiro pode acessar em 2023 uma versão do 4G que é mais rápida e capaz de redes de conexão mais vastas. É uma tecnologia que não só garantirá maior velocidade de download para seu smartphone, mas também é vista como instrumental na evolução da internet das coisas, além das casas e cidades conectadas do futuro.

“O que temos ouvido da Anatel é que o leilão das frequências para o 5G, as faixas de acesso, que vão falar com o dispositivo individual e com a antena, deve ser no primeiro semestre do ano que vem”, explica Amadeu ao site. O presidente projeta que, com o leilão concluído, operadoras devem começar a trabalhar em redes 5G entre 2021 e 2022, com um possível lançamento no ano seguinte. É uma previsão um pouco mais otimista do que a cravada anteriormente pela GSMA da América Latina, que imaginava a largada da tecnologia no Brasil lá para 2025.

Se a previsão for correta, isso não significa o fim das redes 4G e 4.5G. Elas ainda existirão para atender a certos tipos de demanda de acesso, diz Amadeu. 

+ Novas tecnologias da Microsoft miram em quem trabalha longe do computador
+ O celular dobrável da Samsung levanta a pergunta: você precisa dele?
+ Entenda como o computador quântico vai mudar sua vida – e talvez até quebrar a internet
+ Ofertas Amazon: Loja Eletrônicos – tecnologia, promoções e lançamentos

Lá fora, como já falamos em outros carnavais, especialistas esperam concluir as diretrizes sobre a tecnologia até a Conferência Mundial de Radiocomunicações em outubro, com implementações mais amplas em alguma altura de 2020. Mas ninguém tá esperando sentado. O Mobile World Congress, feira em Barcelona que serve como maior vitrine dos lançamentos de telefonia móvel no ano, foi tomado por celulares e dispositivos móveis num geral capazes de se conectar ao 5G. A Samsung tem seu Galaxy S10+ 5G, a Xiaomi, o Mi Mix 3 5G. O bizarro celular de 3 câmeras da LG também está no páreo. Alguns chegam ainda este ano. A Apple, por sua vez, segue planejando lançar produtos para a quinta geração da redes celulares apenas depois de 2020. 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários