No Outubro Rosa, saiba quais são os mitos e verdades sobre o câncer de mama – Beleza – Glamurama

10

Outubro Rosa: prevenção e cuidado sempre || Créditos: Reprodução

Estamos em pleno Outubro Rosa  – campanha de conscientização que tem como objetivo alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de útero.  Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, quase 60 mil mulheres são atingidas pela doença no seio por ano, mas os homens também estão suscetíveis ao problema. Nesta semana, Mathew Knowles, pai de Beyoncé, revelou estar com a doença na mama, o que alertou para os cerca de 1% dos homens atingidos pelo mal.

E como alertar para a questão é um cuidado de todos, Glamurama entra na campanha e lista os mitos e verdades sobre o câncer de mama, segundo o mastologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Yong Kyun Joo. Vem ler e se previnir!

1. Realizar o autoexame todo mês e não sentir nada exclui a necessidade de fazer a mamografia?

Mito: Apesar de importante, o autoexame feito como única forma de prevenção não é o método mais eficaz para detectar o câncer de mama. Isso porque o indivíduo só consegue apalpar o nódulo cancerígeno quando ele está em estágios avançados. Portanto, se você tem 40 anos ou mais, deve fazer mamografia todos os anos.

2. Apenas quem tem casos na família pode ter câncer de mama?

Mito: Devemos sempre valorizar os antecedentes familiares, principalmente em parentes de primeiro grau. Porém, cerca de 90% das pacientes com diagnóstico de câncer de mama não tem nenhum histórico familiar, ou seja, a maioria não tem um componente hereditário.

3. Ter filhos diminui a chance de ter câncer de mama?

Verdade: A gestação é um dos principais fatores protetores para câncer de mama, principalmente antes dos 30 anos. Isso porque o tecido mamário só atinge a sua diferenciação completa com a gestação, tornando-se, desta forma, menos suscetível à transformação maligna.

4. O ultrassom de mamas é um bom substituto para a mamografia no rastreamento de câncer mamário?

Mito: Embora o ultrassom seja muito mais confortável, ele não é eficaz para rastreamento como método isolado. Apesar de amplamente utilizado, o seu principal papel é complementar a mamografia, que é ainda o principal exame para a detecção do câncer de mama.

5. Homens também podem ter câncer de mama?

Verdade: É muito mais raro, com uma proporção de 1/100, mas homens também podem ter câncer de mama. Neles, a doença aparece mais tardiamente, geralmente na sexta ou sétima década de vida.

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários