O estilo de Gui Siqueira, o brasiliense que conquistou Domenico e a Dolce & Gabbana – GQ

15

Viagens a paraísos tropicais, jantares com celebridades importantes, integrar a equipe e, de quebra, namorar Domenico, um dos donos de uma das labels de moda mais poderosas do mundo, a Dolce & Gabbana, fazem parte do dia a dia do brasiliense Guilherme Siqueira, que agora vive entre Milão e Brasília. Isso, obviamente, faz com que ele precise estar sempre impecável.

Mas, para Gui, apesar da excentricidade do universo em que vive, o quesito moda é bastante descomplicado. “Sempre fui bastante clássico e nunca cruzei muito a linha porque sempre trabalhei com um foco maior nos clientes do que em mim”.

+ Dolce & Gabbana convida Bruno Gagliasso e Anitta para novo projeto digital
+ Em entrevista, Dolce e Gabbana afirmam que nunca venderão marca

O segredo de Gui é não ter medo de errar. Sua marca são os slippers bordados. “Uso para quase tudo. Consigo fazer uma viagem inteira usando o mesmo par para todas as ocasiões, do café da manhã a um evento black tie”, diz. Unidos a uma calça de alfaiataria, uma camiseta lisa e autoestima – “que não pode faltar nunca no guarda roupa de ninguém” – formam o combo perfeito. 

O publicitário sempre esteve envolvido com moda. Desde os 18 anos, ainda em Brasília, tinha uma das listas de contatos mais poderosas da cidade. Seu trabalho era focado no público que consumia e vivia um estilo de vida ligado à moda. Essa analogia foi um facilitador no encontro entre Gui e Domenico Dolce. Juntos há quase quatro anos, engana-se quem pensa que o sócio-diretor da grife italiana dá pitacos nas produções de Gui. “Por incrível que pareça, ele não se mete muito. Ele gosta de como interpreto suas criações.”

Gui faz parte de uma turma em que o estilo é natural, ainda que acredite que também possa ser construído. Sem hesitar, ainda diz que ter estilo faz parte de uma evolução constante. “O que importa é ser coerente com a vida que você vive.” E, na verdade, é exatamente sobre isso. Afinal, tal postura não necessariamente está ligada a um tipo de roupa, mas sim em como se adequa à sua realidade, ato que Gui Siqueira executa com maestria.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários