O que a Tesla monta em uma semana, a Ford faz em questão de horas – GQ

5

O empresário sul-africano Elon Musk anunciou pelo Twitter um marco importante para sua companhia: a Tesla foi capaz de produzir 7 mil carros em uma semana. Destes, 5.031 foram Model 3 – o que significa que a empresa de veículos elétricos bateu sua meta recente com o seu modelo mais comercial desde então.

Números valiosos para a companhia e para o mercado dos elétricos, mas que perdem um pouco do brilho quando você olha para a indústria automotiva, tomada por players tradicionais. Steven Armstrong, executivo da Ford, respondeu Musk no Twitter com um exemplo direto de suas fábricas: “7 mil carros, por volta de 4 horas”.

 (Foto: Reprodução / Twiter)

Por todos seus avanços no mercado de veículos elétricos, a Tesla, do CEO Elon Musk, ainda enfrenta um gargalo de logística. No frigir dos ovos, a companhia que já mandou um carro pro espaço ainda precisa dar um up na sua capacidade de montá-los para início de conversa. Ainda mais com um modelo tão emblemático como o Model 3, que simboliza a transição da empresa de uma marca de luxo para uma montadora de apelo mais amplo.

O objetivo do time da Tesla foi cumprido, mas não sem alguns acidentes de percurso. Os 5 mil Model 3 por semana era uma meta que a diretoria esperava alcançar ainda em 2017, ano que a companhia fechou lutando para montar 800 deles no mesmo intervalo de dias. E desde o último dia 24, Elon Musk – não estranho a sacrifícios – fez das fábrica da Tesla em Fremont e Nevada suas residências, parte de um esforço do time para acelerar a produção a tempo de superar seus objetivos.

Vale lembrar: apesar do ar pomposo de Musk nas redes sociais, esses números não são só teatro, mas sim fundamentais para que a companhia consiga ser rentável a longo prazo. Como lembra a CNN Money, a Tesla reportou apenas dois trimestres rentáveis em oito anos como empresa pública. O tuíte, no entanto, pode sinalizar que a promessa de Musk de fazer a Tesla gerar lucro a partir do último trimestre deste ano está se tornando realidade. É esperar para ver.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários