O tênis de ‘De Volta Para O Futuro’ que você nunca percebeu foi relançado – GQ

25

Quando a maioria dos sneakerheads pensa em De Volta Para o Futuro, o que vem à mente é o lendário Nike Mag: o tênis que se amarra sozinho que Marty McFly usa no segundo filme da franquia. Não há como negar que eles são animais (as reedições mais recentes passaram dos R$ 30 mil por par), mas esqueça Marty por um segundo. Você já notou os pés de Doc Brown no filme original? O cientista excêntrico ostenta um surrado Nike Vandal High, um clássico de basquete da marca que parecia meio esquecido desde os anos 80 – mas que em breve você poderá estar usando.

Enquanto o Vandal é muitas vezes ofuscado pelos modelos mais populares da Nike (como o icônico Air Force 1), o modelo é amado por muitos por sua vibe real única de esporte e lifestyle. O Vandal é nostálgico e progressivo ao mesmo tempo, e é exatamente por isso que os fãs de tênis e os entusiastas do streetwear adoram usá-lo. O último lançamento, caprichosamente chamado Doc Brown, apresenta o tom laranja vibrante do filme com solas e a faixa no tornozelo brancas para combinar.

O Nike Vandal High Doc Brown, apropriadamente batizado (Foto: Divulgação)

O modelo está com tudo em 2017. O designer de moda masculina John Elliot deu ao Vandal o seu toque minimalista no início deste ano e logo depois o sneaker desfilou na Semana de Moda de Nova York. No início deste mês, a Nike lançou o tênis em sua cor prata metálico original.

Então, se você estava querendo juntar-se ao Time Vandal, mas ainda não comprou o seu, agora é a hora. Além disso, você pode usa-los com um jaleco de laboratório e uma peruca branca para qualquer festa a fantasia.

O Nike Vandal High Supreme na cor Bright Ceramic Orange (ou, mais fácil, Doc Brown) começa a ser vendido nos Estados Unidos na quarta-feira, 26 de outubro, por US$ 90 em nike.com.

Fonte Oficial: http://gq.globo.com/Estilo/Moda-masculina/noticia/2017/10/o-tenis-de-de-volta-para-o-futuro-que-voce-nunca-percebeu-esta-de-volta.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários