Os carros elétricos e híbridos para ter na garagem em 2019 – GQ

30

Carga completa (Foto: divulgação)

Porsche Cayenne e-Hybrid

As primeiras unidades do novo SUV acabaram de ser entregues por R$ 435 mil, combinando motor elétrico de 136 cv a um V6 de 340 cv. Ou seja, mesmo que matemática não seja seu forte, o resultado dessa combinação é um carro bem potente, capaz de fazer de zero a 100 km/h em cinco segundos e passar dos 250 km/h. Além da esportividade esperada de um Porsche, o motorista pode usufruir de alguns mimos: copiloto digital, head-up display e bancos com programa de massagem.

+ Testamos: o novo GLC da Mercedes-Benz
+ No volante dos 6 melhores carros de 2019
+ Carros autônomos avançam, mas ainda não há previsão parar virarem realidade


Carga completa: Porsche Cayenne e-Hybrid (Foto: divulgação)

JAC iEV 60 e IEV 330P

A montadora surpreendeu o mercado ao anunciar o lançamento de cinco modelos elétricos até 2020. Entre eles, a primeira pick-up elétrica (iEV 330P, da foto) e um SUV (iEV 60) com autonomia de 380 km e preços que giram em torno de R$ 200 mil. “O carro elétrico tem cerca de 3 mil peças, enquanto o carro a combustão chega a 15 mil”, diz o presidente da JAC no Brasil, Sergio Habib. “Em outras palavras, o elétrico não tem nada para dar problema”, completa.


Carga completa: JAC iEV 60 e IEV 330P (Foto: divulgação)

Mini Cooper SE

O primeiro elétrico da marca britânica chega com autonomia de até 270 km e motor de 184 cv. Por fora, fica evidente que faz parte da família Mini, mas com diferenças para as versões à combustão: grade frontal fechada, detalhes pintados em amarelo e rodas novas. A bateria está no assoalho (liberando espaço no porta-malas) e pode atingir 80% da carga em 2h30 ligada em tomadas convencionais – ou em até 35 minutos se plugada nas estações de carga rápida.


Carga completa: Mini Cooper SE (Foto: divulgação)

Kia Soul EV

Com motor 100% elétrico de 204 cv de potência, chegará ao mercado brasileiro em 2020, com bateria que garante autonomia de até 450 km. A tração dianteira garante velocidade máxima de “apenas” 145 km/h. Para ajudar na prevenção de acidentes com pedestres, o Soul vem equipado com um sistema sonoro que é acionado durantes manobras em baixa velocidade. O novo painel merece destaque por trazer uma tecnologia orgânica de iluminação que se adapta à luminosidade natural e reduz o consumo de energia do carro.


Carga completa: Kia Soul EV (Foto: divulgação)

Volvo XC 40 T5 Twin Engine

A fabricante sueca já é a dona da maior oferta de modelos plug-in no Brasil e quer dobrar a frota de híbridos em 2020. Esses planos passam pelo lançamento do novo XC 40, que tem potência combinada entre motor elétrico e a combustão de 260 cv e passa dos 220km/h de velocidade final. Destaque para a economia, já que em testes o novo SUV conseguiu rodar fazendo até 50 km por litro de combustível.


Carga completa: Volvo XC 40 T5 Twin Engine (Foto: divulgação)

Mercedes EQC 400

O primeiro SUV elétrico da Mercedes-Benz desembarca por aqui em 2020 com capacidade para ir de São Paulo ao Rio de Janeiro (450 km) sem precisar de recarga. Os dois motores elétricos, capazes de gerar 408 cv e levar o EQC até 180 km/h, atingem 80% de carga em até 40 minutos em um carregador de alta potência. Ou seja, pode recarregar durante a pausa para um café.


Carga completa: Mercedes EQC 400 (Foto: divulgação)

Papo de mecânico

Um glossário automotivo prático para não errar quando for falar sobre seu próximo carro

100% Elétrico: veículos alimentados exclusivamente por bateria recarregável – e com zero emissão de poluentes. Indicados para uso urbano ou viagens curtas, já que o tempo para alimentar toda a carga da bateria pode passar de 3h – dependendo do tipo de carregador.

Híbrido: conta com um motor a combustão e outro elétrico. O carro alterna automaticamente entre os dois para oferecer economia, eficiência e desempenho. A frenagem regenerativa e a combustão do motor geram eletricidade e recarregam a bateria.

Híbrido plug-in: semelhante ao híbrido, mas com possibilidade de recarga da bateria na tomada. O tempo de recarga também varia, mas como ele pode rodar apenas com combustão (quando a bateria está descarregada), é indicado para todas as situações.

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários