Paul McCartney comenta as suas músicas mais icônicas – GQ

5

Paul Maccartney está de volta ao Brasil pela 9ª vez e se apresentará nesta terça-feira (26) no Allianz Parque, em São Paulo, e no estádio Couto Pereira no sábado (30), em Curitiba. Há 59 anos com a guitarra na mão, o eterno Beatle destrinchou algumas das músicas mais icônicas da banda inglesa para a GQ americana. “Eu e John escrevemos por volta de 300 músicas juntos. E quando tocávamos, sempre tivemos a sensação de trabalho bem feito”, revelou Mccartney.

+ Stella McCartney publica encontro histórico no último show de Paul McCartney em 2018
+ Paul McCartney abre o jogo sobre orgias, masturbação e Kanye West
+ Ofertas Amazon: veja ofertas dos dispositivos Amazon no Brasil

“A primeira música que escrevi era muito simples. Tinha 4 acordes. Era bem rock ‘n’ roll. Eu peguei uma guitarra pela primeira vez bem novo, aprendi alguns acordes básicos e, com eles, escrevi a música “I Lost My Little Girl”, contou.

Abaixo, algumas das músicas mais conhecidas dos Beatles comentadas por Paul Mccartney:

YESTERDAY

“Quando eu fiz a melodia de Yesterday, eu ainda nao tinha um nome pra música. Então chamei de “ovos mexidos”.

HEY JUDE

“John e a sua mulher Cynthia se divorciaram e eu fiquei com dó do filho deles. Eu estava dirigindo para visitar o filho deles e a Cynthia. No caminho estava pensando no nome do garoto, Jullian. E comecei a pensar em “Hey, Jules, vai ficar tudo bem”. Essa foi a ideia que tive dirigindo. Na volta da visita, trabalhei mais na música. Mas gostei do nome Jude [em vez de Jules]”

Beatles (Foto: Getty Images)

BLACK BIRD

“Eu estava sentado com o violão e ouvi sobre os direitos. Isso ficou na minha mente. Pensei “seria ótimo se escrevesse algo que tocasse o pessoal e lhes desse esperança”. Na inglaterra, bird é uma garota. Por isso escrevi para uma pequena garota negra “black bird”, essa é a sua hora de voar, ser livre. Uma das coisas mais legais sobre a música é saber que as pessoas podem levar as suas letras a sério. E eu fico orgulhoso pelas músicas dos Beattles serem positivas”.

HERE TODAY

“Como toda família, tivemos discussões. Mas no final, nós nos amamos. Eu queria escrever uma música em que pudesse dizer ‘eu te amo’ para o john”.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários