Primeiro-ministro australiano precisou agir para garantir transmissão da Copa – GQ

7

Copa do Mundo é coisa séria e merece ser tratada, em caso de algum imprevisto, como problema de estado. A prova disso vem da Austrália. Após uma enxurrada de reclamações da população sobre os serviços no streaming dos jogos, o primeiro-ministro, Malcom Turnbull, precisou intervir nesta segunda-feira (18) para garantir a transmissão das partidas e, consequentemente, garantir o bem-estar da nação.

O problema ocorre com os serviços da Optus, empresa responsável por transmitir todos os jogos do Mundial da Rússia via streaming. Trata-se de uma novidade para os australianos, que estavam acostumados com a transmissão televisiva, tradicional, da SBS. Nova detentora dos direitos, a OPTUS tem sido bastante criticada pelos travamentos inesperados, mesmo quando a conexão de internet é satisfatória.

Tentando resolver o problema dos torcedores, Malcom Turnbull foi ao Twitter avisar a população que conversou com o CEO da OPTUS, Allen Lew, e ouviu dele uma promessa de resolução rápida de todos os problemas relatados nas redes. “Ele me garantiu que está dando aos problemas da Copa do Mundo sua atenção pessoal e acredita que tudo isso será consertado na noite de hoje (18)”, escreveu.

Em comunicado oficial na mesma rede social, a OPTUS pediu desculpas pelos serviços prestados até o momento aos australianos. “Deveríamos ter feito melhor, podemos fazer melhor e faremos melhor”, escreveram. Vale lembrar que a Austrália estreou mal no Mundial: 2 a 1 para a França, sendo dois gols validados pelo árbitro de vídeo. Na relação com a tecnologia, portanto, os australianos não poderiam ter começado a Copa pior.

 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários