Quantos macacões e tutus serão necessários para Serena Williams provar seus superpoderes? – Moda – Glamurama

27

Serena Williams nessa segunda-feira com look inspirado no balé criado para ela por Virgil Abloh para Nike || Créditos: Reprodução

Serena Williams foi assunto em todo o mundo nesse fim de semana, quando foi proibida pelo presidente da Federação Francesa de Tênis, Bernard Giudicelli, de vestir macacão nas quadras do tradicional torneio de tênis de Roland Garros. A primeira vez que ela usou o outfit diferente do protocolar foi em maio, quando venceu seu primeiro Grand Slam desde que deu à luz sua filha, Alexis Olympia Ohanian Jr. “Essa roupa fez com que me sentisse como uma princesa guerreira, tipo a rainha de Wakanda”, se referindo ao filme ‘Pantera Negra’.

Apesar de ter sido uma escolha voltada para sua saúde, já que a peça foi projetada pela Nike para estimular a circulação sanguínea – a maior campeã de tênis da história enfrentou sérias complicações pós parto relacionadas à circulação. “Parece que este traje representa todas as mulheres que passaram por muitas dificuldades, mental e fisicamente, para voltar a ter confiança e acreditar em si mesmas”, disse Williams, dedicando sua ousadia às mulheres que foram mães recentemente.

Serena Williams em maio, em partida do Roland Garros, usando macacão que foi banido do torneio || Créditos: Reprodução

O motivo da roupa ter sido banida ganhou explicação de Giudicelli: “Não será mais aceito. É preciso respeitar o jogo e o lugar”, falou ele, ao introduzir um código de vestimenta para regular os uniformes dos jogadores, alegando ainda que as regras de Roland Garros não são tão rígidas quanto as de Wimbledon, torneio britânico que exige que os atletas usem branco. A Nike saiu em defesa da tenista: “Você pode tirar a roupa de uma super heroína, mas nunca poderá tirar seus superpoderes.” Alguém discorda?

A polêmica veio à tona bem a tempo dela disputar, nessa segunda-feira, sua primeira partida no US Open 2018, nos EUA. E em resposta sutil mas maravilhosa à federação de tênis francesa, ela brilhou na quadra contra Magda Linette usando um look total black, com saia tutu por cima de um body bem justo, que também auxilia em sua circulação, criado por Virgil Abloh especialmente para a musa do tênis. Serena venceu a partida e reafirmou mais uma vez seus superpoderes.

O outfit inspirado no balé é parte da coleção Queen, criada por Virgil Abloh aka Off White para a Nike, que estará à venda em breve no site da marca. “Disposto a desenhar vestidos para ela por toda a vida”, se declarou Abloh em seu Instagram à campeã de 23 grand slams. Na noite desta quarta-feira, Serena faz sua segunda partida no campeonato, desta vez com a alemã Carina Witthöft. Todos aguardamos ansiosamente para ver o que ela vai usar!

Abaixo, confira outros momentos em que mulheres quebraram protocolos no esporte: