Quem é Shelly-Ann Fraser-Pryce, a corredora que venceu mais que Usain Bolt? – Notas – Glamurama

8

Shelly-Ann Fraser-Price: corredora, campeã, mãe e fashionista || Créditos: Reprodução

O esporte feminino ainda é menos valorizado que o masculino, infelizmente. Mas tem uma turma de mulheres empoderadas que está mudando está realidade e dando show de competência e liderança na busca por igualdade também na área esportiva. Uma delas é a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Price, que nesse domingo bateu o recorde de Usain Bolt ao se tornar a atleta que mais venceu a prova de 100 metros rasos em mundiais de atletismo. Shelly ganhou a medalha de ouro em Doha, capital do Qatar, onde aconteceu o campeonato, com um tempo de 10,71 segundos e levou para casa seu quarto título mundial.

Há dois anos, no auge de sua carreira, Shelly engravidou de Zyon, e se viu em uma encruzilhada entre carreira e maternidade, algo bem comum na vida das mulheres. Com a vitória conquistada aos 30 anos, ela mostra que é possível conciliar e manter a performance anterior à gestação.

Fashionista que só, a corredora tem nos cabelos uma de suas marcas registradas. Eles já estiveram laranjas, verde e até castanhos naturais, mas com acessórios pra lá de modernos e que homenageiam as tradições dos negros e jamaicanos. Para a final de domingo, ela escolheu o tema “Unicórnio” para correr a final e apareceu com fios longos em tons de azul e rosa. “Eu precisava de algo doce. Peguei meus unicórnios e já que dizem que unicórnios são algo que você nunca vê, aqui estou eu”, brincou.

Casada desde 2001 com Jason Pryce, ela ficou conhecida pelo apelido “Pocket Rocket” (Foguete de Bolso), que foi concedido pelo comentarista e narrador jamaicano Hubert Lawrence depois dela ganhar seu primeiro ouro em Pequim (2008) por ser baixinha e rápida. O nickname fez tanto sucesso que ela batizou a sua fundação em Kingston, capital da Jamaica, de ‘Pocket Rocket Foundation’, que financia os estudos para jovens e atletas que, assim como ela, não podem pagar despesas escolares. 

Pena que poucas pessoas viram a sua performance ao vivo nesse domingo. O Campeonato do Mundo de Atletismo em Doha foi muito questionado pela baixa presença de público. A final que aconteceu no Estádio Internacional Khalifa não tinha quase ninguém vendo os melhores atletas do planeta nessa modalidade. Mas, aqui, você confere mais desse mulherão que a gente admira. Dá uma espiada!