“Quem toma conta da cozinha lá de casa sou eu!”, diz Rodrigo Hilbert – GQ

3

Nesta quinta-feira (4), Rodrigo Hilbert reunirá duas paixões no episódio do Tempero de Família, no GNT: a culinária e a ferraria. Com a ajuda de Marcelo Fernandes, um fabricante de equipamento para churrasco, ele irá construir uma panela especial para churrasco, onde irá preparar uma picanha com acompanhamento especial.

“Essa panela é especial por vir com um espeto acoplado”, diz o apresentador, explicando as duas partes do equipamento, protagonista do episódio a ser exibido às 21h no canal fechado. “No espeto, faremos uma bela picanha. Na panela, vamos fazer um risoto milanês com açafrão e parmesão, além de um jiló com bacon empanado”, complementa.

Rodrigo Hilbert em episódio do Tempero de Família (Foto: Ney Coelho)

O jeito com a ferraria vem da infância de Rodrigo. Seu avô, Henrique Ernesto Hilbert, era ferreiro, serralheiro e torneiro mecânico em Orleans (SC), de quem herdou a paixão pela construção de instrumentos básicos do dia a dia. O primeiro objeto criado apresentador foi uma faca, quando ainda era criança.

“Aproveitei que meu avô não estava na oficina e, de metido, me apressei e coloquei a mão na massa. Achei que ia levar uma bronca, mas ao contrário do que imaginei, ele apenas disse que precisava melhorar. Sentou comigo e me ajudou a fazer a faca ficar tinindo. É uma lembrança que carrego comigo”, relembra.

Rodrigo Hilbert e Marcelo Fernandes em episódio do Tempero de Família (Foto: Ney Coelho)

Não à toa a temporada atual (a 12ª do programa) de Tempero de Família ganhou o título “Ferro, Fogo e Paixão”. Três palavras que ajudam a explicar o que move o coração de Rodrigo Hilbert. “Cozinho sempre que possível e não abro mão. Quem toma conta da cozinha lá de cada sou eu!”, brinca o marido de Fernanda Lima.

Mas será que existe algum prato que Rodrigo ainda não domine?  Ele deixa a modéstia e admite que é “difícil”. “Cozinha é alquimia. Até hoje, todas as receitas que fizemos no programa vieram de família ou de pesquisas que fazemos com a equipe antes de gravar. Se não souber, aprendo. Se der errado, refaço até ficar bom”, comenta Hilbert.

Rodrigo Hilbert em episódio do Tempero de Família (Foto: Ney Coelho)

Completamente à vontade no programa, Rodrigo Hilbert não pensa no momento em outros projetos como apresentador. “Não sei, dependeria do projeto. Só sei que teria que ter a ver comigo de alguma forma. Me tornei apresentador porque o “Tempero de Família” é um projeto que eu sempre almejei. Pretendo levá-lo por muito tempo”, conclui.

+ “Tive que dizer não pra novela porque não consigo fazer”, diz Rodrigo Hilbert
+ Fernanda Lima relembra figurinos mais marcantes do “Amor e Sexo”

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários