R7 >> Avon lança filme sobre diferença entre elogios dados às crianças – R7 Meu Estilo

17


A maneira como meninos e meninas são elogiados virou tema de discussão, e documentário. Enquanto os adjetivos usados para as garotas sempre falam sobre sua aparência física, os garotos são enaltecidos por suas habilidades.


Levando isso em conta, a Avon e a diretora Estrela Renner se uniram no documentário Repense o Elogio. A ideia é trazer a reflexão sobre a forma que a sociedade elogia as crianças e estimular pais, educadores e adultos a ampliarem o vocabulário.  O filme, de 46 minutos, está disponível gratuitamente no site www.repenseoelogio.com.br.


O documentário é um projeto global e começa pelo Brasil. Para entender a dimensão da diferença entre os elogios, foi feita uma pesquisa online em várias regiões do país para conferir quais os adjetivos mais usados. Quase 80% das palavras usadas para as meninas tinham a ver com a aparência, como linda, bonita e princesa. Mas com os meninos, 70% dos elogios usados falam sobre as habilidades, como esperto, corajoso ou inteligente. Para Gabriela Tebet, pedagoga e pesquisadora de temas ligados à infância, os elogios podem tanto incentivar as crianças quanto as limitar.


— Inconscientemente, a maioria dos adultos elogia meninos e meninas de forma diferente e, apesar de parecer inofensivo, os elogios têm um poder enorme de estabelecer normas e condicionar quem os está recebendo. Se por um lado os elogios nos motivam, por outro eles também nos limitam e é por isso que essa campanha é tão importante: porque nos mostra como cada um de nós, por meio de ações simples, acaba ajudando a perpetuar estereótipos ou romper barreiras. Não há qualquer problema em chamar uma menina de linda, mas esse não pode e nem deve ser sua única qualidade. É preciso, portanto, ampliar o repertório de elogios e lembrar que meninas e também meninos são lindos, inteligentes e muito mais que apenas isso.


No filme, crianças e adultos contam seus relatos, mas também conta com a presença de algumas personalidades conhecidas pela nova geração, como a MC Soffia e as youtubers Carol Santina e Natália Correa. Mais de 80 pessoas foram entrevistadas em São Paulo, Curitiba, Piracicaba, Santos e Recife, e a produção durou 10 meses. “Iniciamos o projeto para falar dos elogios e da importância que eles têm na infância, mas rapidamente concluímos que estávamos falando de algo muito mais complexo, pois o elogio é só mais um traço de uma cultura que reforça estereótipos”, conta Estela Renner, diretora do documentário.

Fonte Oficial: http://meuestilo.r7.com/moda/avon-lanca-filme-sobre-diferenca-entre-elogios-dados-as-criancas-19102017.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários