R7 >> Modelo lança campanha contra assédio sexual – R7 Meu Estilo

16


As acusações de assédio sexual contra o poderoso produtor de cinema Harvey Weinstein serviram de motivação para mulheres de outro segmento sensível virem a público denunciar práticas de abuso. Incentivadas pela modelo e ativista americana Cameron Russell, várias modelos (homens e mulheres) aderiram à campanha lançada por ela. Com a hashtag #MyJobShouldNotIncludeAbuse (“meu trabalho não deve incluir abuso”), várias profissionais da área começaram movimento na internet contra violência sexual da indústria. 


“Uma modelo corajosa (e amiga) me veio com sua história hoje. Ela pediu para permanecer anônima, mas pediu que eu compartilhasse suas palavras aqui porque o fotógrafo ainda trabalha na indústria. Ela quer incentivar outras mulheres a falarem. Precisamos de uma maneira de começar a romper o silêncio enquanto permanecemos protegidas. Não estamos falando de um, cinco ou mesmo vinte homens. Estamos falando de uma cultura de exploração e isso deve parar. SE VOCÊ GOSTARIA COMPARTILHAR SUA HISTÓRIA ANONIMAMENTE, ME MANDE UMA MENSAGEM DIRETA e eu publicarei suas palavras. Se você gostaria de compartilhar publicamente use a hashtag #MyJobShouldNotIncludeAbuse para que a indústria veja o tamanho e alcance desse problema. Ouvir sobre #harveyweinstein esta semana provocou conversas sobre o quão generalizado e quão familiar é seu comportamento. Falamos sobre o quanto é difícil compartilhar histórias de assédio. Quando eles são a norma, reprimí-los pode ser perturbador e pouco profissional. Em muitas ocasiões, fui chamada de feminista por relatar toques indesejados, tapas, beliscões, pressão para sair em encontros, telefonemas e mensagens de texto de natureza sexual, falta de áreas para troca de roupas apropriadas, etc. E porque a resposta sempre foi “você está surpresa?” ou “isso é parte do trabalho”, eu as tolerava. Quando as ofensas são maiores, reprimí-las é aterrorizante e exige um nível de exposição e reação ao que já é doloroso e às vezes constrangedor.

#MyJobShouldNotIncludeAbuse”, escreveu Cameron.



Desde então, Cameron vem publicando diversos relatos em sua conta no Instagram. São história de abuso, assédio, condutas pouco profissionais, como se tudo fosse muito normal. A modelo portuguesa Sara Sampaio divulgou a campanha, e ressaltou que “isso só vai parar quando tomarmos uma atitude”. 

Fonte Oficial: http://meuestilo.r7.com/modelo-lanca-campanha-contra-assedio-sexual-13102017.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários