Revista Náutica >> Mais de 30 velejadores são esperados no Yacht Club Paulista para o Sudeste Brasileiro de Laser

20
Foto: Douglas Moreira

Os velejadores da classe Laser vão aproveitar o fim de semana prolongado pelo feriado de Nossa Senhora de Aparecida para disputar o Campeonato Sudeste Brasileiro, de 12 a 15 de outubro, na Represa Guarapiranga. Organizada pelo Yacht Club Paulista (YCP), a competição deve levar mais de 30 velejadores de São Paulo, Santos e Ilhabela à Guarapiranga, incluindo-se a maioria dos clubes do em torno da represa.

O programa prevê oito regatas, com duas largadas por dia a partir das 13h. Em abril, o YCP recebeu o inédito Sudeste Brasileiro de Snipe com a participação de 35 tripulações. Desde que lançou a Copa YCP, atual Copa Paulista, no início de 2015, o clube vem resgatando a cultura náutica paulistana na Guarapiranga, com dezenas de embarcações na raia, principalmente das classes Laser e Snipe, a cada regata.

O diretor de Vela do YCP, Alonso Lopez, destaca a importância do evento para o clube. “É uma honra sediar um campeonato regional de uma classe tão importante para o Brasil como a Laser, consagrada no País pelas medalhas olímpicas de Robert Scheidt, orgulho para nós. Receberemos grandes velejadores e teremos um campeonato de altíssimo nível técnico”, prevê Lopez, também velejador de Snipe.

Além dos atletas da nova geração, a Guarapiranga contará com o talento dos mais experientes e responsáveis pela evolução da vela no País, como por exemplo, Manfred Kaufmann, representante brasileiro da classe Laser no World Master Games da Nova Zelândia, em abril. “O YCP está se aprimorando em organizar grandes eventos e a classe Laser está precisando de um incentivo como este”, afirma Kaufmann, o Fips.

Acostumado a competir também na classe HPE 25 em Ilhabela, Fips idealizou recentemente o grupo Vela Máster Brasil, dedicado aos interesses dos velejadores veteranos. E já observa a receptividade dos colegas. “Um campeonato regional é sempre muito importante para a classe e categoria máster terá com certeza um número expressivo de inscrições. Só precisamos ser mais racionais com o calendário”, recomenda Fips. Neste mesmo fim de semana, será realizada a Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro.

Fips ainda vê com otimismo o atual momento da vela paulistana, buscando resgatar as flotilhas com dezenas de embarcações, a exemplo dos anos 1970 e 80 na Guarapiranga. “O YCP está dando continuidade ao trabalho sério iniciado pelo ex-diretor de Vela, Beto Hackerott, e agora temos a perspectiva de que a Fevesp (Federação de Vela do Estado de São Paulo) com a nova diretoria, também começará a se mobilizar em favor do esporte e dos velejadores”, deseja o experiente Fips.

 

Fonte Oficial: http://www.nautica.com.br/mais-de-30-velejadores-sao-esperados-no-yacht-club-paulista-para-o-sudeste-brasileiro-de-laser/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários