Rick Owens e Vert lançam tênis que combina moda e conforto – GQ

9

Vert x Rick Owens (Foto: Divulgação)

Ainda que sem autoridade sobre sustentabilidade, Rick Owens é considerado um dos grandes gênios da moda. Desde sua estreia em 1994, ele tem consistentemente afirmado seu apego a sua própria visão de moda. Contemporânea, gráfica, arquitetônica e minimalista, seu trabalho é tão livre quanto sua mente. Às vezes provocante e brutal, ele inspira as pessoas a reivindicar sua individualidade. Em busca de se adequar as novas regras e se tornar mais consciente, Owens se uniu a marca de calçados ecológicos Vert. “Eu não tenho absolutamente nenhuma autoridade para promover a sustentabilidade, mas eu endosso a ideia de pensar e planejar um futuro com bondade em mente. Nós todos temos que começar de algum lugar”, declara o designer.

+ A francesa Vert chega a cinco anos de Brasil com linha especial de sneakers
+ Os tênis da semana: quando o esporte inspira a moda


Vert x Rick Owens (Foto: Divulgação)

Projetado em conjunto com as duas equipes de design, usando as novas tecnologias do projeto VERT Running e a atitude de Rick Owens, o VERT x Rick Owens é um tênis mais que especial. A sola é feita de 45% bio-base, composta de óleo de banana, cana-de-açúcar e cascas de arroz, complementada com L-FOAM um material desenvolvido pela equipe da Vert a partir do látex nativo da Amazônia e EVA.  O cabedal é feito em malha 3D (feita a partir de garrafas plásticas recicladas), sem costura, macio e respirável.

Combinando tecnologia e design, o tênis VERT x Rick Owens estará disponível com exclusividade a partir do dia 28 de setembro no Cartel 011, em São Paulo.


Vert x Rick Owens (Foto: Divulgação)

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários