Rosa é a cor mais quente para homens? – GQ

7

De um lado, o mundo nunca esteve tão globalmente diverso. Do outro, o mundo nunca esteve tão fechado em suas esferas locais. O que entender disso? Vivemos um momento de paradoxos. Talvez por este motivo que desfiles de todos os lugares carreguem uma paleta de cores variada, formatos distintos e tendências difusas. E está tudo bem, porque a regra se tornou individual e quem dita o que vestir é você.

A tendência toma forma aspiracional de comportamento. É mais ou menos isso que Virgil Abloh propõe na Louis Vuitton, ou Kim Jones na Dior. A própria ideia do rosa para mulheres e azul para homens acaba sendo questionada nesse contexto, porque sugere uma dualidade fora do espírito do tempo atual, uma vez que nos entendemos como seres muito mais complexos. Por falar nisso, o tema voltou a liderar os #TrendingTopics dessa semana e, curiosamente, o rosa é forte tendência na moda masculina. Faz sentido!

+ Gin rosa é a novidade no mercado; aprenda dois drinks
+ Saiba como acertar com as peças mais polêmicas do closet masculino
+ As 5 tendências mais importantes da semana de moda de Paris

Para ajudar, juntamos algumas referências para você apostar no rosa, o qual – acredite ou não – era designado para homens até meados do século 20 por ser uma cor forte e quente. O mundo dá voltas. Que bom!
 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários