Sean Combs, rapper mais rico do mundo, agora investe em arte e mostra que continua mão aberta… – Notas – Glamurama

14

Sean Combs e o quadro de Marshall || Créditos: Getty Images

O artista plástico americano Kerry James Marshall fez história na semana passada ao ter um de seus quadros, que terminou em 1997, arrematado por US$ 21,1 milhões (R$ 78,8 milhões) em um leilão da Sotheby’s, em Nova York. A soma é a maior já desembolsada por uma tela assinada por um artista negro, e ao que tudo indica o autor do lance vencedor foi ninguém menos que Sean Combs, o rapper mais rico do mundo.

Cada vez mais perto de se tornar bilionário em dólares, o músico que troca de nome como quem troca de roupa enviou um representante ao leilão com a ordem expressa de não sair de lá sem garantir o direito de posse sobre a obra de arte intitulada “Past Times”, que mede cerca de quatro metros de comprimento e foi exibida em 2016 no Metropolitan Museum of Art de NY.

Combs, que também é a celebridade mais bem paga do mundo com uma renda anual de US$ 130 milhões (R$ 485,5 milhões), sempre foi mão aberta quando o assunto são carros esportivos, casões e iates. Mas até onde se sabe ele nunca investiu em arte, ao menos não ao ponto de ganhar manchetes. Deve ser um novo hobby… (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários