SpaceX envia ajuda para resgate na Tailândia – GQ

12

A Space X, uma das companhia do sul-africano Elon Musk, anunciou que já estuda como ajudar a equipe de resgate responsável por auxiliar 13 pessoas (12 crianças e um adulto) a deixarem o complexo de cavernas de Tham Luang, na província de Chiang Rai, Tailândia, onde ficaram presos depois de um alagamento.

Segundo anúncio divulgado nesta sexta-feira (9), a empresa disse estar “buscando feedback e instrução dos profissionais no solo em Chiang Rai para determinar o melhor meio de ajudar nos esforços”. 

O time da SpaceX conta com apoio da Boring Company, companhia de infraestrutura fundada por Musk em 2016. “A Boring Co tem um avançado radar de penetração em solo e somos muito bons em cavar túneis”, disse o empresário em seu perfil no Twitter. Ele chegou até mesmo a imaginar um plano envolvendo um tubo de náilon inflável.

“Vale a tentativa: inserir um tubo de náilon de 1m de diamêtro (ou sets de tubos menores para seções mais difíceis) através da rede de cavernas e inflá-lo, como um castelo de parque infantil. Talvez crie um túnel de ar submerso contra o teto da caverna e pode se moldar a formatos mais complicados como a via de 70cm”, escreve Musk.

Por ora, engenheiros trabalham com drenos (como da foto acima) para diminuir a quantidade de água dentro das cavernas, mas eles correm contra o tempo: a região está no meio da estação de monções, que deve resultar em fortes pancadas de chuva nas próximas semanas. Embora o governo tenha flertado com a ideia de esperar até o fim das precipitações, lá em outubro, autoridades se preocupam com novos alagamentos.

CHIANG RAI, THAILAND - JULY 3: Thai marine police walks out of Tham Luang Nang Non cave to continue the rescue operation after the 12 boys and their soccer coach have been found alive in the cave where they've been missing for over a week after monsoon ra (Foto: Getty Images)

O pé atrás da SpaceX em apresentar potenciais soluções faz sentido. É um resgate extremamente delicado – e potencialmente fatal. Na madrugada desta sexta, a operação foi marcada pela morte de um mergulhador tailandês, que tentava levar tanques de oxigênio para dentro da caverna.

Os membros do time de futebol Wild Boar foram encontrados vivos na segunda-feira (2), nove dias depois de seu desaparecimento dentro do complexo de cavernas. As 12 crianças e o técnico já estão há quase duas semanas ilhados.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários