Tartar de filé mignon é sempre uma boa pedida – GQ

19

Tartar é aquele prato que vai bem no almoço e no jantar, de entrada ou prato principal. É aquela refeição refrescante que alegra o seu dia e faz querer comer mais a cada garfada. Preferido de muitos, trouxemos o passo a passo do tartar do restaurante Rudá para a GQ. Olha só: 

• 500g de filé mignon
• 60ml de ovo pasteurizado
• 20ml de molho inglês
• 300g de alcaparras picadas
• 7ml de mostarda
• 200g de mandioquinha laminada frita em imersão
• rúcula Baby
• sal
• pimenta do reino
• pimenta jamaicana

Antes de tudo, lembre-se que a carne é crua. Além de avaliar a procedência, deve-se manipular o pedaço de carne próximo a hora de servir para consumo. Como cortá-la? Fácil: chamamos de ‘corte de ponta’ o ato de usar somente a ponta da faca para alcançar tamanhos mínimos da carne que não remetam a carne moída, pois não é o nosso objetivo com o tartar.

Após cortar toda a carne, acrescente os demais ingredientes e misture. Adicione o ovo apenas na hora de servir (por último). 

Para os chips de mandioquinha, aconselhamos o uso de um ralador que tenha a lâmina para fatiar finamente a mandioquinha. Faça isso com ela ainda crua e reserve de um dia para o outro em recipiente com água e sal. Frite em imersão no óleo. Agora, é só finalizar com a rúcula por cima do tartar e servir. A receita rende até 4 porções. Bom apetite!

Fonte Oficial: http://gq.globo.com/Prazeres/Gastronomia/noticia/2017/10/tartar-de-file-mignon-e-sempre-uma-boa-pedida.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários