Tem Mercedes-Benz nova na pista – GQ

6

Mercedes-Benz GLC (Foto: Divulgação)

Dizem que em time que está ganhando não se mexe. Mas acomodar-se decididamente não é uma norma no QG da alemã Mercedes-Benz. Pegue como exemplo o Novo GLC, que acaba de chegar às concessionárias brasileiras. Opção certa para quem busca um utilitário sem abrir mão da sofisticação, o carro une o melhor do design, tecnologia e potência sobre a mesma carroceria.

As mudanças podem ser vistas de cara, no lado de fora. Na dianteira, pequenas aberturas ao longo das duas hastes horizontais se juntam a faróis Full LED arredondados e asseguram uma pinta imponente, de respeito. Na traseira, iluminação por LED, que se adapta à luminosidade, ponteiras de escapamento integradas ao para-choque e placa reposicionada, na parte inferior. Somam-se a isso as rodas de 19 polegadas e o resultado não poderia ser diferente: um Mercedes-Benz robusto e elegante, que é reconhecido à distância.

Bonito na foto


Interior Mercedes-Benz GCL (Foto: Divulgação)

Por dentro, a coisa fica melhor ainda, no superlativo mesmo – mais espaço, mais conforto, mais tecnologia e mais requinte são palavras-chave. Bancos com acabamento em ártico, detalhes em madeira, redesenho do painel e do console central, que se estende da saída de ar-condicionado até o apoio de braços e, no meio do caminho, o touchpad, que complementa o comando por voz. Sim, o novo GLC fala.

Assim como o novo Classe A, ele conta com a tecnologia MBUX (Mercedes-Benz User Experience), que dá um show de entretenimento. Com as palavras mágicas “Hey, Mercedes”, é possível pedir ao carro para mudar a estação de rádio, fazer ligações telefônicas, aumentar ou baixar a temperatura, entre outras funções. Tudo sem tirar a mão do volante.

+ Testamos: o novo GLC da Mercedes-Benz
+ Hey, Mercedes: novo Classe A Sedan responde a comandos de voz

Potência? Yes, we have. Os motores também foram atualizados: os quatro cilindros de dois litros a diesel (novidade no GLC) entregam 194 cavalos de potência máxima (a 3800 rpm), 400 Nm de torque e 50 Nm adicionais. Em bom português, o torque elevado proporciona maior prazer ao dirigir e ótimo arranque: o carro vai de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos. No caso do GLC 300 4MATIC Coupé, a força é ainda maior: são 258 cavalos e aceleração de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos.


Detalhe Mercedes-Benz GLC (Foto: Divulgação)

Mas, na hora daquela estrada longa ou do rush na marginal, não precisa se preocupar. O modelo GLC 220 d 4MATIC Enduro, por exemplo, conta com piloto automático Distronic, capaz de manter a velocidade determinada, controlar a distância em relação ao carro da frente e ainda acelerar ou frear, quando necessário, sem intervenção do motorista. Resumo da história? Dá até para dar aquela descansada e ouvir o podcast da GQ sem pressa de chegar.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários