Trilha off-road que inspirou criação do Projeto TAMAR vira série de TV – GQ

5

Subir num 4×4 e percorrer praias paradisíacas salvando tartarugas. Pode parecer roteiro de filme, mas aconteceu de verdade – e agora virou uma série.

O início da jornada dos primeiros pesquisadores do Projeto TAMAR pelas praias brasileiras, para proteger e retirar as tartarugas marinhas da lista de espécies em risco de extinção, é uma história que a partir desta semana passa a ser contada na série Na Trilha da Transformação, do Canal Off. 40 anos depois, Nina Marcovaldi, filha do casal de oceanógrafos Guy e Neca Marcovaldi, criadores do TAMAR, vai refazer a trilha percorrida pelos pais no fim da década de 70 e descrever o trabalho desenvolvido pelo projeto até aqui.

+ O que você precisa saber para encarar seu primeiro off-road
+ Como uma empresa planeja gerar lucro protegendo florestas

Fruto de uma parceria da Jeep com o projeto TAMAR e a Globosat, a série terá quatro episódios de 25 minutos, que irão ao ar sempre às terças-feiras (a primeira foi na última, dia 31) e têm como cenário quatro regiões onde o TAMAR atua: Fernando de Noronha (PE), Florianópolis (SC), Ubatuba (SP) e Aracaju (SE).

Para quem perdeu, o primeiro episódio, Fernando de Noronha – A Aventura de 35 Milhões de Tartarugas, mostrou a rotina de trabalho de Nina na paradisíaca ilha vulcânica do litoral de Pernambuco. No volante, ela visitou as praias do Leão, do Sueste e a piscina da Conceição para identificar os locais de desova das tartarugas, acompanhada dos biólogos Luis Felipe Bortolon e Lourival Dutra. No fim, acompanhados da população local, Nina e Luis Felipe celebraram a soltura da tartaruga de número 35.000.000 em direção ao mar.

“Eu já nasci numa missão”, diz Nina. “Meus pais me trouxeram nela. O mar, para mim, é sagrado. Antes de aprender a andar, eu nadava”, afirma.

O trabalho de conscientização com pescadores, que muitas vezes matam tartarugas sem saber, é o tema do próximo episódio da série, Florianópolis – De Predadores a Aliados, que estreia em 7 de agosto.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários