Um dos endereços comerciais mais famosos e caros de NY pode ter um inquilino brasileiro. Aos fatos! – Notas – Glamurama

10

A entrada do The Four Seasons, que já foi um dos restôs mais bem frequentados de NY || Créditos: Reprodução

Estão avançadíssimas as conversas entre representantes do Fasano e os donos do número 280 da Park Avenue de Nova York, onde até recentemente funcionava o lendário The Four Seasons, cujas portas fecharam em meados de junho, depois de uma mega-reforma. O negócio envolve cifras milionárias, lembrando que a Park Avenue é um dos endereços comerciais mais caros do mundo.

Ninguém sabe ao certo quais são os planos da rede brasileira de hotéis e restaurantes fundada em 1902 e que pertence ao grupo JHSF para o espaço de quase 2 mil metros quadrados, mas o comentário é que o pessoal do Fasano pensa em reaproveitar toda a decoração praticamente nova do extinto restô, que custou em torno de US$ 40 milhões (R$ 161,6 milhões).

Recentemente, o Fasano também assumiu a operação do hotel NoMo SoHo de Manhattan, que há tempos estava para ser parcialmente convertido em prédio de apartamentos de luxo, mas teve o projeto abortado no começo do ano por causa dos altos custos e do longo prazo para reaver todo o investimento. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários