Varizes: a doença que também afeta os homens – GQ

8

Atenção: homens também podem ter varizes (Foto: divulgação)

Estatísticas da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) indicam que 38% dos adultos convivem com as varizes. Entre as mulheres, o número é maior (45% ), mas o que muita gente desconhece é que homens também convivem com a doença, mas demoram para tratá-la.

+ 6 gadgets de beleza e bem-estar que você precisa conhecer
+ Cabelos brancos: os melhores produtos para prevenir ou cuidar
+ Novo game fitness da Nintendo envolve novos controles e um dragão bodybuilder

“A questão é que, infelizmente, eles demoram a tratá-las e apenas chegam ao consultório em estágio avançado. Devido ao excesso de pelos das pernas, os vasinhos ficam escondidos, o que não acontece com as mulheres, pois as deixam mais expostas que os homens”, explica o angiologista e cirurgião vascular Thiago Rocha, do Rio de Janeiro.

A genética, sobrepeso, tabagismo, sedentarismo e muitas horas na mesma posição, fator comum dependendo da profissão, costumam ser as maiores causas das varizes no público masculino.

“Uma rotina de exercícios regulares, além de beber bastante água, colocar as pernas para cima no fim do dia, evitar uso de cigarro e fazer uso de meias de compressão, são aliados para evitar o aparecimento e aumento destes vasos. Dentre os exercícios, a hidroginástica, musculação, caminhada e corrida são os melhores, pois priorizam a força muscular da panturrilha, conhecida como o coração da perna”, indica o médico

O tratamento é o mesmo para homens e mulheres, desde que não evolua para um quadro cirúrgico. Thiago é adepto do método avançado ClaCs, para remoção dos mini vasos, que associa quatro etapas para a retirada completa de varizes e micro varizes: LASER transdérmico/ escleroterapia com glicose hipertônica/ resfriamento de pele e scanner vendo com tecnologia “veinviewer”.

“Dependendo do caso, em uma única sessão já pode estar resolvido”, finaliza Thiago.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários