Xadrez, plumas e verde-limão… Desvende as tendências das passarelas para 2019  – Moda – Glamurama

6

Desfile Louis Vuitton na semana de moda de Paris || Créditos: Getty Images

Chega ao fim da semana de moda de Paris, o que significa que a temporada de moda internacional de outono-inverno 2019 foi oficialmente encerrada. Desde a apresentação da Chanel pós morte de Karl Lagerfeld até uma participação especial de Grace Jones na passarela da Tommy Hilfiger, a PFW esteve repleta de momentos memoráveis.

Ao longo do caminho, estilistas mostraram que as tendências que já vimos em outros lugares seguem em alta: capas, animal print e muito vermelho. Mas prepare-se para o novo: o verde eletrizante estava em todos os lugares assim como o bom e novo xadrez.

Confira algumas tendências que prometem ganhar as ruas na próxima estação.

Verde-limão

Considerando o quanto a moda tem amado os tons neon ultimamente, talvez não seja surpresa que o verde-limão tenha sido tão popular nesta temporada. Depois do amarelo, designers como Nina Ricci, Issey Miyake e Vivienne Westwood levaram o verde aceso à passarela sem medo de errar.

Christian Wijnants, Issey Miyake, Vivienne Westwood, Balenciaga e Nina Ricci || Créditos: Getty Images

Plumas

Para os designers que buscam adicionar um pouco de glamour sem apelar para as peles de animais, as penas têm sido a opção preferida. Alguns designers como Balmain e Cedric Charlier usaram o material para adicionar movimento a jaquetas, enquanto outros, como Guy Laroche, nas barra dos vestidos.

Balmain, Guy Laroche, Elie Saab e Saint Laurent|| Créditos: Getty Images

Xadrez

A clássica estampa pareceu primeiro no desfile da Off-White, que apresentou seus modelos em uma passarela coberta com uma versão laranja e cinza de um tabuleiro de xadrez. Mas Virgil Abloh não foi o único a apostar nele para o outono. Kenzo, Loewe e Balenciaga também apresentaram suas próprias versões.

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários